lunedì, dicembre 29, 2008

Que façam harpas de meus nervos quando eu morrer.
ISSO É CLARICE LISPECTOR.
EU HOJE, COMO EM TANTOS OUTROS DIAS, PENSEI NELA. ACORDEI PENSANDO NELA. SENTINDO-ME VAZIA, MAS PENSANDO NUMA CRIATURA TÃO FENOMENAL. E FOI ISSO QUE ME IMPULSIONOU PARA FRENTE, NUMA TARDE AFLITIVA COMO A DE HOJE.
HAVIA UM TEMPO, 1999, EM QUE EU RISCAVA TUDO O QUE ME OCORRIA - NUMA PÁGINA DE LIVRO COM A ORELHA DOBRADA, OU NUMA DAQUELAS AGENDINHAS DE CAPA ESCURA. À NOITE, ERA NUM POST-IT. E NADA DAQUILO ERA NEM PARCIALMENTE ANIMADOR. MAS TUDO HONESTÍSSIMO.
HOJE EU ACORDEI PÉSSIMA. COM A LOCOMOTIVA DESCARRILADA ME AMASSANDO O ESTÔMAGO E ENTÃO A PARTE BAIXA DA GARGANTA. DONA LOURDES ACHOU-ME ABATIDA, PERGUNTOU SE ERA SONO. MAS NÃO. O QUE EU SINTO É UMA INQUIETUDE TREMENDA, UM MEDO DE PERDER ALGUÉM, DA CATALEPSIA DE DOIS ANOS ATRÁS.

4 commenti:

  1. can you email me: mcbratz-girl@hotmail.co.uk, i have some question wanna ask you.thanks

    RispondiElimina
  2. It seems different countries, different cultures, we really can decide things in the same understanding of the difference!
    Personalized Signature:我喜欢淮安掼蛋,靖江青儿,南通长牌,姜堰23张,常州麻将这些地方言游戏

    RispondiElimina
  3. You these things, I have read twice, for me, this is a relatively rare phenomenon!
    handmade jewelry

    RispondiElimina
  4. It seems different countries, different cultures, we really can decide things in the same understanding of the difference!
    PE Net

    RispondiElimina

CI SIAMO QUATTRO. E LEGGIAMO ASSOLUTAMENTE TUTTO. DOPO TRE O QUATTRO MESI. E CINQUE O SEI BICCHIERI. DI VELENO.